RFOT

As missões/operação de Fotografia Aérea de Reconhecimento Fotográfico, exercidos na Esquadra 502, foram herdados da Esquadra 401- Cientistas .


Os primeiros passos na fotografia aérea em Portugal aconteceram em 1940-50. Em 1966 com a criação da Esquadra de Ligação e Transporte, que operavam a aeronave Beechcraft , foi realizado o primeiro grande levantamento aéreo do país, em Colaboração com os SCE e IGC, utilizando a primeira máquina métrica vertical, RC8.


Em 1968 foi efetuado o primeiro levantamento em Cabo Verde por um P2V5, seguindo-se outras coberturas nas ex-colónias.


Em 1973/76 foi criada a Esquadra de Ligação e Fotografia, posteriormente Esquadra de Reconhecimento e Pesquisa de Recursos, operando a aeronave Dakota C47.


Mais tarde, 1975 foi o ano da chegada do CASA C-212 e nos três anos seguintes foram instaladas três câmaras RC10 e um equipamento de geofísica .


Em 1978 foi criada a Esquadra 401, ano em que é executado o primeiro censo populacional à escala 1/30000.


Nos anos 80 foram realizadas várias coberturas do país a preto e branco, infravermelho e cor, assim como grandes trabalhos de pesquisa de recursos naturais e campos magnéticos.


A partir de 1993, com a modernização do equipamento fotográfico, apoio GPS e a aquisição da RC30-Leika, foram realizados vários trabalhos em colaboração com entidades estatais.


Mais tarde foram adquiridos scanners de elevada qualidade, plotter para impressão de imagens e estações de trabalho, permitindo à Força Aérea Portuguesa a digitalização das imagens e uma enorme redução na pegada ambiental, associado ao facto de se ter eliminado o recurso à química no processo de impressão de imagem.


Esta missão é realizada actualmente o pelo C-295 utilizando a configuração RFOT.


Para efeitos de reconhecimento fotográfico, as fotografias são devidamente identificadas com vários dados, como data, local através de coordenadas, entre outros dados.


A Esquadra 502 realiza dois tipos de fotografia, vertical e oblíqua.


Fotografia Obliqua                                                                                                   Fotografia Vertical

 

Aplicações:
- Operações Militares
- Cartografia Topográfica / Temática
- Planeamento Urbanístico e Ordenamento do Território
- Acompanhamento de Projetos de Engenharia
- Controlo e Preservação do Património
- Levantamento e avaliação de danos causados por catástrofes e acidentes
- Apoio a estudos científicos
- Inventariação Florestal e Controlo de Salubridade na Agricultura
- Arqueologia

Entidades apoiadas:
- Forças Armadas
- Organismos estatais
- Universidades
- Empresas públicas e privadas
- Clientes individuais

  COPYRIGHT © 2014 FAP - DCSI - WEBTEAM