RESTAURO

RESTAURO

 

Uma das atribuições do Museu do Ar é a concretização da política de restauro de aeronaves que se encontrem em reserva.
A política de restauro tem a responsabilidade de definir e difundir as normas, metodologias e boas práticas para as atividades de restauro; supervisionar tecnicamente os projetos de restauro das aeronaves; assegurar o registo e a documentação em diferentes suportes de todas as intervenções de restauro desenvolvidas e/ou acompanhadas pelo Museu do Ar.
A política de restauro segue uma linha descentralizadora. São desenvolvidas ações de restauro no Museu do Ar, em Sintra e em outras unidades da Força Aérea, assim como são estabelecidas parcerias com entidades externas.

Ações de restauro em curso:

- F-84 Thunderjet– Liderado por uma equipa de militares do Aeródromo de Manobra Nº1 com a colaboração da Associação de Especialistas da Força Aérea (AEFA).

- Restauro do interior do DC-3 Dakota a cargo de uma equipa de voluntários da Companhia Aérea Nacional, TAP.

- Colaboração entre o Museu do Ar e a Escola Profissional de Recuperação do Património de Sintra, em S. Miguel de Odrinhas, nos trabalhos de restauro no cubo do hélice do avião Aircobra e na fuselagem e asas do hidroplanador Portugal.

- Restauro do T-6 Harvard na Associação Museológica Aero Fénix.