CFMTFA celebra 81 anos de existência

Inaugurado a 14 de abril de 1940, junto à povoação da Ota, o Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea celebra hoje o 81.º aniversário.

A Base da Ota, como muitas vezes é conhecida, começou por se denominar de Base Aérea N.º 2, quando ainda funcionava como unidade operacional e tinha ao seu dispor as aeronaves “Gloster Gladiator”, “Junkers JU-52” e “Junkers JU-86”. 

Naquela altura, tinha um lugar de particular destaque no que diz respeito à aviação a jato em Portugal, chegando a estar equipada com as míticas aeronaves F-84G, dos “Dragões” e dos “São Jorge”.
 
Depois de 20 anos como Base Aérea N.º 2, No decorrer do ano de 1960 deixa de ser uma unidade dedicada à operação  e passa então a funcionar como base de instrução. Neste seguimento, em 1992 altera a sua designação para Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea.

Caracteriza-se nos dias de hoje como centro do “saber fazer”. Concentra em si seis escolas de competências técnicas das especialidades nucleares para a aviação militar, estando atualmente a edificar uma sétima escola. Com um conjunto de infraestruturas e equipamentos de qualidade, consegue hoje em dia oferecer uma formação militar exigente e assente em sólidos valores castrenses.

Atualmente, serve como porta de entrada para mais de 90% dos militares que todos os anos ingressam nas fileiras da Força Aérea e tem como principal missão ministrar a formação militar, humanística, sociocultural, tecnológica e científica aos militares da instituição, através do lema “Cumprir Além do Dever”.

VEJA O VÍDEO