Nasceu na freguesia de S. Salvador, em Beja, no dia 5 de abril de 1910, filho de Bernardo Tiago Delgado e Maria da Assunção Palma Mira Delgado.

Foi incorporado a 24 de julho de 1927, como Primeiro-Sargento,
por ser ex-aluno do Colégio Militar, no Curso de Engenharia Militar da Escola Militar. No dia 1 de novembro de 1931, foi promovido a Aspirante-a-Oficial e a 1 de novembro de 1935, no final do curso, foi promovido a Alferes. A 1 de dezembro de 1936 foi promovido a Tenente. Foi brevetado no dia 23 de agosto de 1937 e no dia 29 de setembro foi colocado na Direcção da Arma da Aeronáutica. A 8 de outubro de 1937 foi colocado no Grupo Independente de Aviação de Bombardeamento e a 26 de setembro de 1938 na Base Aérea N.º 2, na Ota.

No dia 4 de outubro de 1940 foi transferido para as Oficinas Gerais de Material Aeronáutico (OGMA), em Alverca, onde, no dia 1 de dezembro de 1940 foi promovido a Capitão. A 23 de dezembro de 1945 concluiu o Curso de Comando e Estado-Maior e no dia 12 de novembro de 1946 foi promovido a Major.

No dia 1 de janeiro de 1953 foi promovido a Tenente-Coronel e a 2 de março seguiu para o Subsecretariado de Estado da Aeronáutica. Foi neste serviço que a 15 de fevereiro de 1954 foi promovido a Coronel e de onde, a 11 de setembro, voltou às OGMA. No dia 5 de julho de 1957 concluiu o Curso de Altos Comandos. Foi promovido a Brigadeiro no dia 23 de dezembro de 1957, passando a desempenhar funções no Estado-Maior da Força Aérea. A promoção a General chegou no dia 7 de dezembro de 1960. A 17 de abril de 1961 foi nomeado Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, interinamente, e no dia 2 de maio foi promovido a General de quatro
estrelas, data em que formalmente assumiu o cargo.

Passou à reserva no dia 3 de março de 1964 e à situação de reforma no dia 5 de abril de 1980. Na sua folha de serviço constam diversos louvores e as seguintes condecorações: Grande-Oficial, Oficial e Comendador da Ordem Militar de Avis, Medalha de Ouro e de Prata dos Serviços Distintos, Medalhas de Mérito Militar de 1.ª e 2ª Classes, Medalha Naval Comemorativa do 5º Centenário da morte Infante D. Henrique, Medalha de Ouro, Prata e Cobre de Comportamento Exemplar e a Medalha de Ouro 2 Estrelas – Liga dos Bombeiros Portugueses. Foi também agraciado por governos estrangeiros, como foi o caso dos Estados Unidos da América, que lhe atribuiu o título de Comendador da Legião de Mérito, do Brasil, que lhe atribuiu a Medalha do Mérito de Santos-Dumont e da França, a Medalha de Aeronáutica.

O General Mira Delgado veio a falecer no dia 26 de Agosto de 1993.