Nasceu na freguesia de Figueiró (S. Tiago), concelho de Amarante, no dia 14 de novembro de 1956, filho de Aristides Américo de Araújo Pinheiro e Maria Helena Pinheiro de Magalhães.

Ingressou no Curso de Aeronáutica da Academia Militar no dia 1 de novembro de 1973. No dia 2 de novembro de 1976 foi promovido a Alferes aluno. A 1 de novembro de 1977 foi promovido a Alferes e a 2 de dezembro do mesmo ano concluiu nos Estados Unidos da América o Tirocínio, qualificando-se nos aviões T-37 e T-38. Foi brevetado no dia 8 de dezembro do mesmo ano. A 6 de janeiro de 1978 foi colocado na Base Aérea N.º 5, em Monte Real, onde se qualificou no avião F-86 Sabre. A 1 de novembro desse ano foi promovido a Tenente. De 27 de novembro a 22 de dezembro de 1978 frequentou o Curso de Guerra Electrónica.

No dia 3 de junho de 1979 requalificou-se no avião T-38 e de 4 a 13 de setembro esteve na Alemanha a frequentar o Curso de Forward
Air Controler. No dia 1 de novembro de 1981 foi promovido a Capitão e a 2 de dezembro qualificou-se, nos Estados Unidos da América, no avião A-7P Corsair. De 4 a 15 de junho de 1984 frequentou na Base Aérea N.º 6, no Montijo, o Curso de Defesa Nuclear Biológica e Química. No ano lectivo 1985-1986 frequentou no Instituto de Altos Estudos da Força Aérea o Curso Geral de Guerra Aérea. Entre 15 e 26 de setembro de 1986 esteve na Alemanha a frequentar o NATO Air Eletronic Warfare Advanced Course e a 1 de novembro foi promovido a Major. De 9 de fevereiro a 6 de março de 1987 esteve no Tactical Leadership Programme, AB Florennes, na Bélgica. Entre 15 e 26 de fevereiro de 1988 esteve na Alemanha a frequentar na NATO o Joint Service Eletronic Warfare Staff Offi cer Course e no dia 13 de outubro assumiu o comando da Esquadra 304, com A-7P. A 11 de junho de 1990 assumiu o comando do Grupo Operacional 51 e no dia 1 de janeiro de 1991 foi promovido a Tenente-Coronel. No dia 1 de agosto de 1991 foi colocado na 3.ª Divisão do Estado-Maior da Força Aérea, a fim de desempenhar as funções inerentes à Doutrina Operacional.

A 1 de abril de 1993, foi colocado no Supreme Headquarters Allied Powers Europe da NATO, na Bélgica, para desempenhar a função de Staff Officer, ligado a atividades de Planeamento. De 14 a 18 de fevereiro de 1994 frequentou o Ace Staff Offi cers Orientation Course. No dia 1 de agosto de 1996 voltou a apresentar-se na Base Aérea N.º 5, para desempenhar as funções de Comandante do Grupo Operacional e depois 2.º Comandante da Unidade.

A 15 de março de 1999 assumiu as funções de Chefe da Repartição de Planeamento Estratégico-Militar no Estado-Maior-General das Forças Armadas e no dia 29 de maio desse ano foi promovido a Coronel. No dia 4 de outubro do ano 2000 assumiu as funções de Comandante da Base Aérea N.º 5. Neste período, acumulou as funções de Adjunto do Director do Programa F-16 para a 2.ª Esquadra, no Comando de Logística da Força Aérea. De 4 de novembro de 2002 a 31 de julho de 2003 frequentou no Instituto de Altos Estudos da Força Aérea o Curso Superior de Guerra Aérea. Acabado o Curso foi colocado como Assessor do Vice-Chefe do Estado-Maior da Força Aérea e entre 20 de outubro de 2003 e 29 de novembro de 2004 esteve no Instituto de Defesa Nacional a frequentar o Curso de Defesa Nacional. No dia 8 de janeiro de 2004 foi promovido a Major-General e a 15 de janeiro assumiu o comando da Academia da Força Aérea. A 12 de maio de 2008 foi promovido a Tenente-General e a 9 de junho assumiu o cargo de Deputy Commander do NATO Joint Force Command Lisbon, em Oeiras. No dia 17 de fevereiro de 2010 passou a ocupar o cargo de Comandante do Comando de Instrução e Formação da Força Aérea. A 23 de fevereiro de 2011 foi promovido a General de quatro estrelas e passou a desempenhar as funções de Chefe do Estado-Maior da Força Aérea.

Passou à situação de reserva, por estar 120 dias sem funções, no dia 12 de outubro de 2016. Ao longo de 42 anos ao serviço, foi reconhecido com vários louvores e as seguintes condecorações: Grã-Cruz da Ordem Militar de Avis, Grande-Ofi cial da Ordem Militar de Avis, quatro Medalhas de Ouro de Serviços Distintos, duas Medalhas de Prata de Serviços Distintos, Medalhas de Mérito Militar de 1ª e 2.ª Classes, Medalha de Mérito Aeronáutico de 1ª Classe, Medalha de Ouro e Prata de Comportamento Exemplar e a Medalha Comemorativa de Comissão de Serviços Especiais. A França atribuiu-lhe a condecoração de Oficial da Legião de Honra, a Espanha a Gran Cruz Del Mérito Militar com Distintivo Branco, o Brasil o Grau de Grande-Oficial da Ordem de Mérito Aeronáutico e Malta a Grã-Cruz da Ordem para o Mérito Militensi com Espadas.