CTSFA dá curso de assistência e proteção em emergências químicas

O Centro de Treino de Sobrevivência da Força Aérea (CTSFA) ministrou o Segundo Curso Avançado de Assistência e Proteção em Resposta a Emergências Químicas para Países de Língua Oficial Portuguesa.

Este Curso Avançado, que decorreu entre 20 e 24 de maio, em colaboração com a Autoridade Nacional para a Proibição das Armas Químicas (ANPAQ), proporcionou treino no planeamento e resposta a emergências desta natureza e permitiu aumentar a capacidade dos Estados Parte da Organization for Prohibition of Chemical Weapons (OPCW).  Participaram 36 formandos, de Portugal, Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Venezuela.

Além dos formadores de Defesa NRBQ da Força Aérea, este curso juntou formadores do Brasil, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e do Exército Português. Contou ainda com intervenções das Autoridades Nacionais para a Proibição de Armas Químicas de Portugal e do Brasil, bem como do representante do Assistance and Protection Branch da OPCW.

A formação incidiu no emprego adequado de equipamentos de proteção individual, técnicas de deteção, identificação e monitorização, amostragem, descontaminação e primeiros Socorros NRBQ, recorrendo a formação teórica, prática e a exercícios NRBQ.

Mais um vez, o curso foi um fórum de discussão privilegiado no âmbito da cooperação entre os Estados Parte, possibilitando o intercâmbio de informação e experiências na temática das emergências químicas.  Completou-se a segunda fase de um ciclo de três, que teve o seu início no Brasil, no ano passado, com o Curso Básico, e será seguida, no próximo ano, por um exercício que decorrerá também no Brasil.

A Força Aérea tem participado de forma continuada, com formandos e formadores de Defesa NRBQ do CTSFA, em diferentes cursos e exercícios da OPCW. Este é o segundo Curso Avançado que ministra, o que se revela prestigiante e, sem dúvida, um sinal do reconhecimento, da credibilidade e da qualidade da missão desenvolvida pelo CTSFA.