Centro de Formação Militar e Técnica da Força Aérea

Brasão

Escudo - De prata com um escudete de púrpura carregado de um mocho de ouro em ponta de cruz de Cristo alada de prata, bordadura a azul.
Divisa - Num listel de branco, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas, de negro: «« CUMPRIR ALÉM DO DEVER »».
Coronel Aeronáutico - É de ouro, constituído por um aro liso com virolas nos bordos superior e inferior, encimado por oito pontas, das quais cinco aparentes. A ponta central e as laterais são encimadas por duas asas de águia estendidas. As pontas intermédias são encimadas por cruzes de Cristo.

 

Simbologia

O Mocho - símbolo de sabedoria, representa a atividade do estudo e da aprendizagem.
O Escudete - de púrpura foi retirado do Brasão de armas da ex-Base Aérea 2, em sua homenagem. 
A Cruz de Cristo - é sinal identificativo das aeronaves militares portuguesas e assim ligado à Força Aérea. 
A Divisa - « CUMPRIR ALÉM DO DEVER » exprime a decisão de cumprir todas as tarefas que lhe são cometidas. 
Coronel Aeronáutico - é sinal distintivo privativo da Força Aérea que com ele caracteriza todas as suas Unidades e Órgãos. 
O azul - significa o zelo no ensino e a lealdade e a justiça na avaliação dos conhecimentos adquiridos. 
A púrpura - representa a dignidade, temperança e devoção ao ensino. 
O ouro - simboliza a firmeza e perseverança. 
A prata - significa a humildade com que é executada a missão e a riqueza dos resultados obtidos.

Estandarte

Esquartelado de púrpura e azul, bordadura de azul acantonada de púrpura.
Ao centro, brocante sobre o ordenamento geométrico, um listel circular de prata contendo a divisa «CUMPRIR ALÉM DO DEVER», em letras de estilo elzevir, maiúsculas, de negro.
Dentro do círculo púrpura, delimitado pelo listel, contém-se um escudo com o brasão de armas da Unidade.
Em cada canto, bordados a ouro, as iniciais «CFMTFA».
O estandarte está debruado por um cordão de prata e azul e franjado de prata.

Brasão de Armas do Comandante

Escudo - de prata com um escudete de púrpura carregado de um mocho de ouro em ponta de cruz de Cristo alada de prata, bordadura a azul.
Divisa - num listel de branco, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas, de negro: «« CUMPRIR ALÉM DO DEVER »».
Elmo - de prata, quatrocentista, com grades e guarnições de ouro, forrado de vermelho e colocado a três quartos para a dextra.
Correia - de sua cor, perfilada e afivelada a ouro.
Paquife e Virol -   de azul, ouro, vermelho e prata
Timbre - o mocho do escudo

 

Simbologia

O Mocho - símbolo de sabedoria, representa a atividade do estudo e da aprendizagem.
O Escudete - de púrpura foi retirado do Brasão de armas da ex-Base Aérea 2, em sua homenagem.
A Cruz de Cristo - é sinal identificativo das aeronaves militares portuguesas e assim ligado à Força Aérea.
A Divisa - «CUMPRIR ALÉM DO DEVER» exprime a decisão de cumprir todas as tarefas que lhe são cometidas.
O azul - o zelo no ensino e a lealdade e a justiça na avaliação dos conhecimentos adquiridos.
A púrpura - a dignidade, temperança e devoção ao ensino.
O ouro - a firmeza e perseverança.
A prata - a humildade com que é executada a missão e a riqueza dos resultados obtidos.