Academia da Força Aérea

Brasão

Escudo - De azul, águia de ouro, bicada, lampassada, sancada e armada de negro, dois livros abertos, de ouro, em chefe.
Divisa - Num listel de branco, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas, de negro: ««E NÃO MENOS POR ARMAS QUE POR LETRAS»».
Coronel Aeronáutico - É de ouro, constituído por um aro liso com virolas nos bordos superior e inferior, encimado por oito pontas, das quais cinco aparentes. A ponta central e as laterais são encimadas por duas asas de águia estendidas. As pontas intermédias são encimadas por cruzes de Cristo.

 

Simbologia

A Águia de Ouro - é retirada do símbolo básico da Força Aérea pela função e dignidade da Academia. 
Os Dois Livros em Chefe - são alusivos à atividade do estudo. 
Coronel Aeronáutico - é sinal distintivo privativo da Força Aérea que com ele caracteriza todas as suas Unidades e Órgãos. 
O azul - representa o ar e o espaço, significa o zelo e a lealdade. 
O negro - simboliza a modéstia. 
O ouro - simboliza a força, robustez e firmeza.

Brasão completo

Escudo - de  azul,  águia de ouro, bicada, lampassada, sancada e armada de negro, dois livros abertos, de ouro, em chefe.
Suportes - dois dragões de púrpura, armados e lampassados de prata, sustendo o da dextra o estandarte da Força Aérea e o da sinistra o estandarte da Academia.
Divisa - Num listel de branco, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas, de negro: «E  NÃO  MENOS  POR  ARMAS  QUE  POR  LETRAS»».

 

Simbologia

A Águia de Ouro - é retirada do símbolo básico da Força Aérea pela função e dignidade da Academia. 
Os Dois Livros em Chefe - são alusivos  à actividade do estudo.
Os Dois Dragões - significam a astúcia e o saber da arte da guerra e estão armados e lampassados de prata para simbolizar a eloquência e humildade.
O azul - representa  o  ar  e  o  espaço e significa o zelo  e  a  lealdade.
O negro - simboliza  a  modéstia.
O ouro - simboliza a força, robustez e firmeza.

Estandarte

Esquartelado de ouro e negro com bordadura contra-esquartelada de azul e ouro.
Ao centro, brocante, o escudo do brasão de armas da Academia, circundado por um listel de prata com a divisa «E NÃO MENOS POR ARMAS QUE POR LETRAS».
Em cada canto da bordadura, um quadrado com as iniciais «AFA» bordadas a negro sobre ouro e prata sobre azul.
O estandarte está debruado por um cordão e tranjado de azul e ouro.

Brasão de Armas do Comandante

Escudo - de azul, águia de ouro,  bicada, lampassada, sancada e armada de negro, dois livros abertos, de ouro, em chefe.
Divisa - Num listel de branco, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas, de negro: ««E NÃO MENOS POR ARMAS QUE POR LETRAS»».
Elmo - de prata, quatrocentista, com grades e guarnições de ouro, forrado de vermelho e colocado a três quartos para a dextra.
Correia - de vermelho, perfilada e afivelada a ouro.
Paquife e Virol - de azul, ouro e negro
Timbre - dragão de púrpura, armado e lampassado de negro.

 

Simbologia

A Águia de Ouro - é retirada do símbolo básico da Força Aérea pela função e dignidade da Academia. 
Os Dois Livros em Chefe - são alusivos  à atividade do estudo.
Dragão - significa a astúcia e o saber da arte da guerra.
O azul - representa o ar e o espaço e significa o zelo e a lealdade.
O negro - simboliza a modéstia.
O ouro - simboliza a força, robustez e firmeza.

Galhardete do Comandante

Dentro de uma bordadura enxaquetada de negro e ouro encerra-se a quadratura do escudo do seu brasão de armas.

 

Simbologia

A Águia de Ouro - é retirada do símbolo básico da Força Aérea pela função e dignidade da Academia. 
Os Dois Livros em Chefe - são alusivos  à atividade do estudo.
O azul - representa  o  ar  e  o  espaço e significa o zelo  e  a  lealdade.
O negro - simboliza  a  modéstia.
O ouro - simboliza a força, robustez e firmeza.<//p>