Lockheed C-130 H / H-30 Hercules

 

O C-130H é um avião quadrimotor, turbo-hélice, de asa alta e trem retrátil.

O acesso ao compartimento de carga na fuselagem é feito pela parte traseira do avião, que se abre em rampa, facilitando, desta forma, não só as operações de carga e descarga, mas também o transporte de cargas volumosas (viaturas pesadas), o lançamento de carga em paraquedas ou por extração a baixa altitude e ainda, o lançamento de paraquedistas.

Na configuração sanitária o C-130H pode transportar até 74 macas e, na versão C-130H-30, poderão ser evacuados até 97 feridos ou doentes.

As suas excecionais características operacionais (robustez, versatilidade, capacidade, raio de ação e autonomia), garantem à Força Aérea Portuguesa a capacidade para a realização de missões de transporte aéreo tático e transporte aéreo geral, de patrulhamento marítimo e de busca e salvamento, apoio logístico às Forças Armadas Portuguesas e Forças NATO, e também operações de combate a incêndios florestais.

A Força Aérea Portuguesa possui três C-130H-30, versão que resulta do alongamento do C-130H, pela introdução na fuselagem de dois anéis, que aumentam o comprimento total da aeronave em 4,572 m, o que lhe confere maior capacidade volumétrica sem lhe alterar significativamente a "perfomance" básica.

Especificações Técnicas

Motor

4 x ALLISON T-56-A-15

Potência

4x 4910 HP

Comprimento

29,79 m / 34,36 m

Envergadura

40,41 m / 40,41 m

Altura

11,65 m / 11,65 m

Diametro

4 m

Velocidade Máxima

589 Km/h / 589 Km/h

Alcance Máximo

6480 Km

Autonomia Máxima

13 horas

Peso vazio

36.300 Kg / 38.600 Kg

Peso máximo na descolagem

69.750 Kg / 69.750 Kg

Peso máximo com carga

18.200 Kg / 15.900 Kg

Distância para descolagem

457.2 m

Distância para aterrar

716.28 m

Tecto de Serviço

10.668 m / 10.668 m

Raio de acção

6.480 Km / 6.480 Km

Macas

70/6 ou 74/2 / 93/8 ou 97/4

Passageiros

92 / 128

Infantaria

78 / 114

Paraquedistas

64 / 92

Tripulação

6

Combustível

23.200 L / 23.200 L

Ano de inicio

1977