Centro de Medicina Aeronáutica

Brasão

Escudo - De azul, uma asa de ouro saindo do coto de uma garra de águia do mesmo, que empunha uma vara de esculápio de prata, posta em banda.
Divisa - Num listel de branco, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas, de negro: ««SUBVENIMUS VOLANTI»»
Coronel Aeronáutico - É de ouro, constituído por um aro liso com virolas nos bordos superior e inferior,  encimado por oito pontas,  das  quais cinco aparentes. As pontas centrais e as laterais são encimadas por duas asas de águia estendidas. As pontas intermédias são encimadas por cruzes de Cristo.

 

Simbologia

A Asa - saindo dum coto de garra de águia empunhando uma vara de esculápio é alusão à atividade do CMA diretamente vocacionado para apoio às operações de voo.
A Divisa - «SUBVENIMUS VOLANTI» traduz a razão principal do aparecimento do CMA no seio da Força Aérea - «Ajudar a Voar».
Coronel Aeronáutico - é sinal distintivo privativo da Força Aérea que com ele caracteriza todas as suas Unidades e Órgãos.
A prata - significa a humildade e a riqueza dos êxitos alcançados.
O azul - representa o  ar e o espaço e significa o zelo posto no servir.
O ouro - significa a tenacidade e a firmeza enraizada em matura sabedoria.

Estandarte

Esquartelado de azul e ouro, com bordadura contra esquartelada e acantonada dos mesmos, cruz firmada de vermelho.
Do centro, brocante, sobre o ordenamento e a cruz num listel circular de prata com a divisa «SUBVENIMUS VOLANTI».
Dentro do círculo delimitado pelo listel contém um escudo com o brasão de armas do Centro de Medicina.
Em cada canto da bordadura do estandarte, inscrevem-se as iniciais «CMA» bordadas de ouro sobre azul e de azul e ouro.
O estandarte está debruado por um cordão e tem franja, de azul e ouro.

Brasão de Armas do Diretor

Escudo - de azul, uma asa de ouro saindo do coto de uma garra de águia do mesmo, que empunha uma vara de esculápio de prata, posta em banda.
Divisa - num listel de branco, sotoposto ao escudo, em letras de estilo elzevir, maiúsculas, de negro: ««SUBVENIMUS VOLANTI»».
Elmo - de prata, com grades e guarnições de ouro, tauxiado e forrado de azul e colocado a três quartos para a dextra.
Correia - de sua cor, afiveladas e perfiladas a ouro. 
Paquife e Virol - de ouro, azul e prata.
Timbre - asa e esculápio do escudo.

 

Simbologia

A Asa - saindo dum coto de garra de águia empunhando uma vara de esculápio é alusão à atividade do Centro de Medicina directamente vocacionado para apoio às operações de voo.
A Divisa - «SUBVENIMUS VOLANTI» traduz a razão principal do aparecimento do CMA no seio da Força Aérea.
A prata - significa a humildade e a riqueza dos êxitos alcançados.
O azul - representa o  ar e o espaço e significa o zelo posto no servir.
O ouro - significa a tenacidade e a firmeza enraizada em matura sabedoria.