ER4 vence Prémio Defesa Nacional e Ambiente

A Estação Radar Nº4 (ER4) venceu o Prémio Defesa Nacional e Ambiente, uma iniciativa conjunta da Defesa Nacional e do Ambiente, que se destina a incentivar as boas práticas ambientais nas Forças Armadas Portuguesas. A cerimónia de entrega do diploma do Prémio decorreu na Fortaleza de S. Julião da Barra, na sexta-feira (24 de março), na presença do Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello, e do Vice-Presidente da Agência Portuguesa do Ambiente, António Sequeira Ribeiro.

Situada no Pico do Areeiro, na Ilha da Madeira, a Estação Radar N.º 4, da Força Aérea, é parte integrante e fundamental do projeto de extensão do “Sistema de Comando e Controlo Aéreo de Portugal” ao arquipélago da Madeira, e tem como principal missão, “garantir a prontidão dos meios de vigilância e deteção”. O projeto vencedor “Preservar, para mais longe alcançar” consiste na “implementação de um Sistema de Gestão Ambiental” para a ER4 e na promoção de ações com outras organizações, para a preservação da biodiversidade.

Durante a sua intervenção, o Secretário de Estado sublinhou o empenho das Forças Armadas “para que na sua atividade, sejam minimizados os impactos negativos sobre o ambiente”, considerando que este prémio “tem sido um excelente instrumento de divulgação das práticas ambientais nas Forças Armadas”.

Marcos Perestrello afirmou ainda que “cuidar do Planeta deve ser uma obrigação imperiosa, não só dos cidadãos, mas também das instituições em que servimos” e por isso, a atuação do Ministério da Defesa Nacional na proteção e preservação do ambiente tem sido perentória.

O Prémio “Defesa Nacional e Ambiente” é atribuído desde 1993 e, até 2015, foram apresentadas um total de 106 candidaturas, das quais 27 pertecem à Força Aérea, duas ao Estado-Maior-General das Forças Armadas (EMGFA), 32 à Marinha e 45 ao Exército. Ao longo destes 22 anos, foram atribuídos 25 prémios: 8 à Força Aérea e Exército, 2 ao EMGFA e 7 à Marinha.