Primeiros seis F-16 entregues à Roménia

Portugal entregou os primeiros seis F-16 à Roménia, numa cerimónia que decorreu no dia 28 de setembro, na Base Aérea N.º5 (BA5), em Monte Real.

Estes aviões são os primeiros de 12 vendidos pelo XIX Governo, em 2013, tendo o contrato incluído a formação de 84 militares romenos em Portugal, entre pilotos (09 elementos) e técnicos de apoio à operação e sustentação da frota.

Além disso, com os seis F-16, partem para a Roménia pilotos, engenheiros, programadores e técnicos de manutenção portugueses, que ali permanecerão durante dois anos, para acompanhar a instalação dos aviões na sua nova base.

Os próximos três aviões serão entregues até ao final do ano e as restantes três aeronaves, que foram compradas por Portugal ao fabricante norte-americano e ainda estão em processo de atualização, voam para a Roménia em setembro de 2017. O processo de modernização dos aviões e de formação do pessoal, iniciado em 2014, terminará em 2018.

Segundo o Primeiro-Ministro, António Costa, que presidiu a cerimónia na BA5, “importa que os cidadãos saibam que os seus militares são capazes e que neles se revejam com orgulho, enquanto defensores e praticantes dos princípios e valores em que se fundou a unidade e identidade nacionais.”

O chefe do Governo fez-se acompanhar pelo Ministro da Defesa Nacional (MDN), Azeredo Lopes, pelo Ministro da Defesa da Roménia, Mihnea Ioan Motoc, pelo Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, General Artur Pina Monteiro, e pelo Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General Manuel Teixeira Rolo, entre outras altas entidades.

Em declarações aos jornalistas presentes, o MDN afirmou que, independentemente do resultado financeiro da venda, interessa ao Estado Português o prestígio de ter concluído com sucesso a missão de atualização e venda dos F-16 comprados há 22 anos aos Estados Unidos. As mais-valias que venham a resultar do contrato, garantiu o Ministro, serão investidas na Força Aérea.



Certificação

A assinatura formal dos documentos de transferência dos primeiros seis aviões F-16 para a Roménia decorreu a 26 de setembro, na BA5.

Tratou-se da transferência de toda a documentação relativa a estes aviões conforme contratualmente estabelecido.

Esta documentação inclui todos os registos de configuração e manutenção das aeronaves, livro do avião, bem como o respectivo Certificado de Aeronavegabilidade para exportação emitido pela Autoridade Aeronáutica Nacional (AAN). Esta foi a primeira vez que tais modelos de certificados foram emitidos pela AAN.

Neste evento, foi também entregue a documentação decorrente do acompanhamento pela Direção Geral de Recursos de Defesa Nacional, do Ministério de Defesa Nacional, no âmbito do GOVERNMENT QUALITY ASSURANCE (GQA) que tinha sido requerido pela Roménia.